google-site-verification: google0decf4d5dff2e927.html www.jornaldealvorada.com
 

Com nova ferramenta do governo, motoristas receberão mensagem sobre desconto no pagamento de multas

Ministério da Economia começou testes de iniciativa que vai ofertar serviços públicos digitais aos cidadãos.

Governo envia mensagens a motoristas para ofertar serviços públicos/Agência Brasil/Divulgação/JA.


O governo federal iniciou testes de uma ferramenta que vai ofertar serviços públicos digitais aos cidadãos. O Notifica Gov.Br, do Ministério da Economia, entrou em fase de testes.

Nesta primeira etapa, motoristas receberão orientações para obter descontos de até 40% em pagamentos de multas de trânsito. Segundo a pasta, 40 mil condutores do país começaram a receber mensagens com orientações do Gov.Br.

Caso não realizem defesa prévia ou entrem com recurso contra a autuação, os condutores notificados obtêm os 40% de desconto sobre o valor da multa.

Nesta primeira etapa, a iniciativa atenderá condutores com infrações de trânsito ainda a pagar. Os motoristas receberão as mensagens pelo aplicativo Gov.Br, por e-mail e SMS no celular. Outros serviços serão contemplados na sequência, informou o ministério.

Atualmente, o Gov.Br tem 116 milhões de usuários. A solução foi desenvolvida por equipes da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e do Serpro, com apoio da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), do Ministério da Infraestrutura.

"Com o Notifica Gov.Br, mudamos a lógica da comunicação entre o Estado e a população, pois começamos a oferecer serviços de forma antecipada. Nos tornamos mais preditivos. Ou seja, não é só o cidadão que vem atrás do serviço público no Gov.Br. Nós começamos a oferecê-los a partir da personalização da experiência do usuário com a plataforma Gov.Br", explica o secretário de Governo Digital, Fernando Coelho Mitkiewicz, em nota.

A iniciativa faz parte da Estratégia de Governo Digital 2020-2022, que prevê a ampliação da notificação ao cidadão em, no mínimo, 25% dos serviços digitais. Atualmente, 72% dos 4,8 mil serviços do governo brasileiro são totalmente digitais.

 
Jornal de Alvorada