google-site-verification: google0decf4d5dff2e927.html www.jornaldealvorada.com
 

Trabalhadores rodoviários da Região Metropolitana suspendem greve

Paralisação estava prevista para ocorrer nesta segunda-feira.

Foto: Alina Souza


A greve dos trabalhadores rodoviários, que iniciaria na próxima segunda-feira, foi suspensa pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários Intermunicipais, de Turismo e de Fretamento da Região Metropolitana (Sindimetropolitano) temporariamente após reunião nesta sexta-feira com representantes do Estado e das empresas patronais.

O diretor-secretário do Sindicato, Alex Pereira, explicou que foi solicitado o prazo de uma semana para que as empresas possam se organizar e honrar com os compromissos trabalhistas. “Entramos em um acordo. Caso não se tenha um respaldo positivo, é possível que a categoria paralise os trabalhos na próxima sexta. Entretanto, vamos aguardar o desenrolar das tratativas durante a próxima semana.”

Por iniciativa do Governo do Estado, foi criado um Grupo de Trabalho Emergencial, com a finalidade de construir uma alternativa conjunta que permita ao sistema de transporte metropolitano condições de encontrar o equilíbrio dos serviços — necessário para cumprir suas obrigações com os usuários e trabalhadores do setor.

Trabalhadores que realizam o transporte coletivo metropolitano nas cidades de Canoas, Gravataí, Alvorada, Cachoeirinha, Viamão, Nova Santa Rita e Glorinha, reivindicam pagamento integral de vale alimentação, 1/3 de férias, reajuste salarial e questionam o número elevado de demissões, que passa de 1,6 mil postos de trabalho.

A Associação dos Transportadores Intermunicipais Metropolitanos de Passageiros (ATM) e o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do RS (SETERGS) devem se manifestar, até o final do dia, sobre a nova situação.

 
Jornal de Alvorada