google-site-verification: google0decf4d5dff2e927.html www.jornaldealvorada.com
 

Pedágios das rodovias BR-116 e BR-392 ficam mais baratos no Sul do Estado


Foto: Ecosul


A partir da terça-feira (28), voltam a valer as tarifas vigentes até o mês passado nas três praças de pedágio da rodovia federal BR-116 (Camaquã a Jaguarão) e nas duas da BR-392 (Rio Grande até Boa Vista), administradas pela concessionária Ecosul na região de Pelotas (Sul do Estado). Com isso, os valores ficam 7,6% mais baratos para todos os veículos.

Na semana passada, de forma unânime, os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) mantiveram a suspensão do aumento no valor dos pedágios cobrados pela empresa (que acatou a medida mas mantém o plano de recorrer judicialmente). Faltava apenas a Corte notificar a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Os integrantes do órgão confirmaram um parecer do ministro gaúcho Augusto Nardes. Ele, por sua vez, atendeu a uma solicitação de medida cautelar encaminhada pelos deputados Daniel Trzeciak (PSDB) e Marcel van Hattem (Novo), ambos também do Rio Grande do Sul.


Como ficam os valores

– Automóvel, caminhonete e furgão: R$ 12,30; – Automóvel ou caminhonete com semi-reboque: R$ 18,50; – Automóvel ou caminhonete com reboque: R$ 24,70; – Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão: R$ 24,70; – Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semi-reboque e ônibus: R$ 37; – Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque: R$ 49,30; – Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque: R$ 61,70; – Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque: R$ 74.


Próximos passos

Os valores que voltam a valer agora devem permanecer inalterados até que o TCU volte a se debruçar sobre o caso, algo que só deve ocorrer no ano que vem.

Em agosto, quando o órgão regulador deu sinal verde ao reajuste, acolheu alegação de que reajuste era necessário para viabilizar o trabalho nos quase 460 quilômetros de estradas que a empresa opera há 23 anos na região. Uma auditoria em andamento na Corte, porém, identificou problemas no exercício do contrato.



Venha ser parceiro do Jornal de Alvorada.


Posts recentes

Ver tudo

Vaga para atuar em ALVORADA- RS para auxiliar financeiro, com experiência comprovada em contas pagar, conciliação bancária, organização de documentos, utilização de sistema integrado, baixas de boleto

 
Jornal de Alvorada