google-site-verification: google0decf4d5dff2e927.html www.jornaldealvorada.com
 

Polícia descobre rota aérea de facção criminosa que trazia 200 quilos de cocaína pura ao Rio Grande


O Denarc (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico) da Polícia Civil descobriu, nesta quinta-feira (16), uma rota aérea de tráfico de drogas mantida por uma facção criminosa gaúcha, que trazia cerca de 200 quilos de cocaína pura por semana para o Rio Grande do Sul. A movimentação financeira girava em torno de R$ 30 milhões por mês.

Trata-se da organização criminosa sediada na região do Vale do Rio do Sinos. Existem indícios ainda de envolvimento dos traficantes gaúchos com uma facção paulista, que atua no Paraguai, de onde possivelmente partiam de fazendas as aeronaves para o Estado.

Os agentes do Denarc suspeitam que as aeronaves pousavam em aeródromos como, por exemplo, em Novo Hamburgo, Eldorado do Sul, Osório, Estrela e Santana do Livramento. Os aviões estavam em nome de “laranjas”. Depois, os carregamentos de entorpecentes eram distribuídos por via terrestre na Região Metropolitana de Porto Alegre, Vale do Rio do Sinos e Serra.

A investigação do Denarc começou após a apreensão de 46 quilos de cocaína, 14,6 quilos de insumos, 500 gramas de maconha, 430 comprimidos de ecstasy, uma pistola e três veículos no dia 22 de abril deste ano na BR-116, em Caxias do Sul e em um imóvel no bairro São Miguel, em São Leopoldo. Dois criminosos foram presos na ocasião.

 
Jornal de Alvorada