google-site-verification: google0decf4d5dff2e927.html www.jornaldealvorada.com
top of page

Suspeitas recaem sobre tios e avó de menina morta em Alvorada, diz Polícia


A Polícia Civil confirmou nesta quinta-feira, que os tios e a avó são os principais suspeitos da morte da menina Agatha, de apenas um ano, ocorrida em Alvorada, na região Metropolitana. Ainda segundo a corporação, uma hemorragia interna seria a provável causa do falecimento da criança, morta após chegar ao hospital com marcas de hematomas pelo corpo, no início da semana.

Conforme a delegada Fernanda Generali, já foram ouvidos uma vizinha e o pai, que não morava com a criança e relatou que costumava vê-la somente através de chamadas de vídeo. A vizinha relatou que ouvia choros frequentes, mas não pensou haver algo errado pelo fato de tratar-se de um bebê.

“O pai disse que não tinha contato, viu a menina pela última vez há duas semanas e não notou sinais de maus tratos. Dependemos do resultado da perícia, mas não descartamos nenhuma linha de investigação. Claro, a suspeita maior recai sobre as pessoas que conviviam diariamente com a criança”, declarou a titular interina da Delegacia da Mulher (Deam) de Alvorada.

Conforme apurado pela reportagem, policiais relataram que os parentes da menina não demostraram comoção durante os depoimentos. Ouvidos no hospital, momentos após a confirmação do óbito da menina, o comportamento deles foi descrito, pelos agentes, como ‘tranquilo’. Os parentes alegam não saber se a menina era vítima de maus-tratos.


Commenti


bottom of page
Jornal de Alvorada